Sexta-feira, 4 de Julho de 2008

Festas anuais: fonte de energia individual e colectiva

 

Com o chegar do Verão e das Férias, chegam também, com maior intensidade, as Festas às nossas Terras, resistindo a uma certa industrialização da cultura que promove mais o espectáculo do que o sentido antropológico da Festa. Festa é participação activa duma comunidade. Festa de base religiosa, a maior parte das vezes, onde coexistem elementos sagrados e elementos profanos, articulando Fé, Cultura e Tradição.
Momento de encontro anual de familiares e amigos, não só dos que estão ausentes  ao longo do ano, mas também dos que, no dia-a-dia, apesar de viverem paredes meias, sobrevivem separados e sufocados pela rotina individualista do quotidiano. A festa permite uma certa reposição, mesmo que simbólica e breve, da fraternidade que a vida na  sociedade mecanicista roubou e restabelece o diálogo entre o “ nós” e os “ outros”.
As nossas festas, as festas das nossas aldeias, articulam também dois dos aspectos caracterizadores do momento festivo: a cerimónia e a festividade, isto é, exteriorizam, dum modo cíclico, um culto antigo, por um lado, e permitem momentos de alegria e de regozijo por outro. Alguns estudiosos deste fenómeno social e antropológico, que é a festa, dizem que esta é, muitas vezes, a expressão mais completa e perfeita das utopias humanas, dos sonhos de igualdade, liberdade e fraternidade. A festa é também mediação e diálogo entre Criador e Criatura, entre Natureza e Cultura, entre Tempo e Eternidade, entre Fantasia e Realidade.
Fonte de energia social, a festa fortalece e restabelece o equilíbrio perdido no cansaço dos dias, na monotonia do quotidiano. Há uma energia colectiva que circula, que encoraja, que reabastece. Energias vitais que passam pela chanfana, pelo leitão, pelo cabrito, pelo vinho, pela música e pela dança, pelo convívio salutar entre pessoas.
Contra um tempo que muitas vezes, mais do que festa, promove espectáculo, mais do que participação, promove ajuntamentos de pessoas, as festas genuínas das nossas terras assumem, assim, um papel importante na dinâmica individual e colectiva, por mais ultrapassadas que, aos olhos de muitos de nós, nos apareçam.
tags:

publicado por tpf às 22:00
link do post | comentar | favorito

.o meu poema...

... Gostava de ser poeta/dizer o indizível/pensar o impossível/...agarrar a palavra certa!

.time

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Mais uma vez...O Magalhãe...

. Blindness - the film

. Art in hospitals

. Pela amizade que você me ...

. Sobre a Vírgula

. Humilhado, tal como milh...

. A realidade e a ilusão

. Sonoridades...

. O avanço da ciência e o r...

. CERN recria os primeiros ...

.tags

. ´monsaraz

. 11 de setembro

. 25 abril

. 25 de abril

. a. caeiro

. abba

. abertura

. absurdo

. actualiadade

. actualidade

. agricultura biológica

. alegria

. alfabetização

. algarve

. almendres

. alviela

. alvorada

. amar_sofrer

. ambiente

. amizade

. amor

. amor-ódio

. amorpelafotografia

. amorpelasférias(!)

. amorporportugal

. amorportugal

. ano

. ano da terra

. ano internacional

. ano novo

. anseios

. arqueologia

. arte

. aspiração

. ausencia

. autobiografia

. azulejos

. barata moura

. beijo

. beirabaixa

. bernardo de chartres

. big bang

. big brother...

. bio

. biografia

. blogue

. boff

. brecht

. budismo

. cabedelo

. caetano veloso

. calendario

. calendário

. calma

. capitalismo

. cat stevens

. ciência

. contentamento

. conversao

. crendice

. cristianismo

. cromeleque

. cruz

. culpas

. desejo

. desencontros

. destaque sapo

. desumanizaçao

. deus

. escolha

. esperança

.

. felicidade

. filosofia

. humor

. imagens

. kafka

. liberdade

. madonna

. música

. musica

. musicvid

. natureza

. oração

. pensamentos

. poesia

. política

. portugal

. reflexão

. relações

. religião

. responsabilidade

. sexo

. teatro

. tempo

. temporalidade

. tomar

. torga

. viagens

. vida

. todas as tags

.posts recentes

. Mais uma vez...O Magalhãe...

. Blindness - the film

. Art in hospitals

. Pela amizade que você me ...

. Sobre a Vírgula

. Humilhado, tal como milh...

. A realidade e a ilusão

. Sonoridades...

. O avanço da ciência e o r...

. CERN recria os primeiros ...

.pesquisar

 

.visitas

Cingular

.subscrever feeds