Sábado, 25 de Agosto de 2007

A bolsa e a vida!

 

A noite caía. O caminho estreito perdia-se no bosque, mais negro do que a noite.

Eu estava só e desarmado, tinha medo de avançar e medo de recuar, medo do ruído dos meus passos e medo de dormir nessa noite terrível, duplamente noite.

Ouvi ruídos no bosque e tive ainda mais medo. Vi brilhar, entre os troncos, olhos de animais e tive igualmente medo. Depois não vi nada e também tive medo, mais medo que nunca. Por fim, saiu da sombra uma outra sombra que me cortou o passo:

- Vamos lá depressa! A bolsa ou a vida!

Quase senti consolo nessa voz humana, porque de início, tinha pensado que era um fantasma ou mesmo um demónio.

E  continuou essa voz:

- Se ofereceres resistência para salvares a vida, tiro-te primeiro a vida, e depois a bolsa. Mas se me deres a bolsa para salvares a vida, primeiro tiro-te a bolsa e, depois tiro-te a vida.

O meu coração enlouqueceu e o meu espírito rebelou-se contra isto.

Perdido por um, perdido por cem, o meu coração entregou-se. Caí de joelhos e exclamei:

- Senhor, toma o que tenho e tudo o que eu sou!

 

Imediatamente me abandonou o medo e levantei os olhos.

Ante mim tudo era luz. E, no meio da luz, o bosque reverdescia...

 

Lanza del Vasto,

citado por Ignacio Larrañaga,  Do Sofrimento à Paz, Paulinas ,1986


publicado por tpf às 12:35
link do post | comentar | favorito

.o meu poema...

... Gostava de ser poeta/dizer o indizível/pensar o impossível/...agarrar a palavra certa!

.time

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Mais uma vez...O Magalhãe...

. Blindness - the film

. Art in hospitals

. Pela amizade que você me ...

. Sobre a Vírgula

. Humilhado, tal como milh...

. A realidade e a ilusão

. Sonoridades...

. O avanço da ciência e o r...

. CERN recria os primeiros ...

.tags

. ´monsaraz

. 11 de setembro

. 25 abril

. 25 de abril

. a. caeiro

. abba

. abertura

. absurdo

. actualiadade

. actualidade

. agricultura biológica

. alegria

. alfabetização

. algarve

. almendres

. alviela

. alvorada

. amar_sofrer

. ambiente

. amizade

. amor

. amor-ódio

. amorpelafotografia

. amorpelasférias(!)

. amorporportugal

. amorportugal

. ano

. ano da terra

. ano internacional

. ano novo

. anseios

. arqueologia

. arte

. aspiração

. ausencia

. autobiografia

. azulejos

. barata moura

. beijo

. beirabaixa

. bernardo de chartres

. big bang

. big brother...

. bio

. biografia

. blogue

. boff

. brecht

. budismo

. cabedelo

. caetano veloso

. calendario

. calendário

. calma

. capitalismo

. cat stevens

. ciência

. contentamento

. conversao

. crendice

. cristianismo

. cromeleque

. cruz

. culpas

. desejo

. desencontros

. destaque sapo

. desumanizaçao

. deus

. escolha

. esperança

.

. felicidade

. filosofia

. humor

. imagens

. kafka

. liberdade

. madonna

. música

. musica

. musicvid

. natureza

. oração

. pensamentos

. poesia

. política

. portugal

. reflexão

. relações

. religião

. responsabilidade

. sexo

. teatro

. tempo

. temporalidade

. tomar

. torga

. viagens

. vida

. todas as tags

.posts recentes

. Mais uma vez...O Magalhãe...

. Blindness - the film

. Art in hospitals

. Pela amizade que você me ...

. Sobre a Vírgula

. Humilhado, tal como milh...

. A realidade e a ilusão

. Sonoridades...

. O avanço da ciência e o r...

. CERN recria os primeiros ...

.pesquisar

 

.visitas

Cingular

.subscrever feeds